terça-feira, 4 de julho de 2017

Golpe do boleto: conheça cuidados para não pagar títulos fraudados

O golpe do boleto falso não é novidade, mas infelizmente muitas pessoas ainda caem nele.
O problema é que ao receber uma cobrança, geralmente a única coisa que olhamos é a data de vencimento. Quando ele é endereçado à pessoa física, acaba sendo mais fácil identificar um boleto falso, pois sabemos o que compramos ou não.
Mas na maioria das vezes esse tipo de fraude é aplicada em empresas e o documento encaminhado diretamente ao setor financeiro, que pode não saber de todas as ações da empresa.
Como a fatura alega ser referente à hospedagem ou registro de domínio, o setor entende que o pagamento é urgente.
Caso receba qualquer cobrança que não esteja no seu planejamento, desconfie. Logo mais vou apontar quais dados devem ser conferidos.
Note o quão próximo os nomes chegam da verdadeira empresa de registro de domínios nacionais, o Registro.BR, que tem como cedente a NIC.br.
Realmente criatividade não falta para os criminosos, então é preciso estar sempre atento.



Código do Banco ou Número do Banco: www.codigobanco.com

Como identificar um Boleto Falso

Como o envio de boleto falso é uma prática bem recorrente, o próprio Registro.Br tem um alerta sobre o golpe em seu site, chamando a atenção primeiro, para o fato de que NÃO envia boletos pelos Correios.

Todos os boletos para serviços do Registro.BR devem ser emitidos diretamente pelo site da empresa. Então se você não emitiu nenhum boleto, não tem porquê receber uma cobrança.

Um documento original do Registro.BR deve ter os seguintes dados:
Cedente NIC.br – CNPJ 05.506.560/0001-36
Banco 237-2 – Bradesco
Agência/Código Cedente 2370-1 / 0029998-7

Se esses dados estiverem errados, NÃO pague o boleto!

Agora eu vou listar ainda outros pontos a que você deve ficar atento para identificar qualquer boleto falso.
Cheque os dados

Pode parecer óbvio, mas esse fator é primordial. Sempre desconfie de uma cobrança que você não está esperando. Ao receber o documento, olhe com mais atenção todos os detalhes antes de fazer o pagamento.

Em uma tentativa de evitar um processo, os criminosos ocultam com caracteres especiais, as informações do boleto, geralmente o da Agência/Código do Cedente.


Os criminosos também informam no boleto, que o pagamento é “facultativo“. Essa prática também é para se livrar de acusações.


Os valores altos da cobrança são justificados como sendo referentes a um plano anual.